Transporte de Crianças no Carro. Amarra ele!

Nem deveria ser preciso dizer que não se deve ter mais crianças do que janelas no carro.Erma Bombeck.Semana passada, voltando da escolinha onde tinha acabado de pegar a Malu, tomei um susto que quase me fez bater o carro.
Olhei no retrovisor e lá estava a boneca em pé no meio do banco de trás, brincando/brigando com o irmão que estava na cadeirinha.
A filha da mãe (posso xingar, afinal, é minha mesmo) se soltou do cinto da cadeirinha onde estava e foi tomar um pouco da água do copo do irmão, como se fosse a coisa mais natural do mundo, enquanto eu estava no meio da Av. Aricanduva, com um ônibus do lado direito, um caminhão de transporte de combustível do lado esquerdo e um motoqueiro querendo passar por cima do teto do carro.

Tirando os comerciais da MTV e trocar fusíveis, não há coisa que eu tenha mais medo no mundo do que de acidente de transito.
Por isso sempre tomo todos os cuidados necessários e quando estou com eles, dirijo como se carregasse taças de cristais numa bandeja de prata em cima do painel frontal.
Na hora que vi ela em pé e os dois se pegando no banco de trás, imediatamente acionei o pisca alerta e entrei na primeira rua em que pudesse parar, para amarrar ela de novo. Dei um PICTHI, briguei, falei, expliquei e de lá pra cá, ela pede pra descer da cadeirinha até qdo o carro tá parado.
Mas quem garante que ela não vai soltar de novo?

Outro perreguengue que passei com ela foi voltando do aniversário da minha prima,a noite, estava eu no banco de trás do lado da cadeirinha dela, quando de repente vejo a porta do lado dela se abrindo.

Nós que estávamos acostumados com  carros de duas portas, havíamos esquecido de ativar a trava de proteção para crianças, para impedir a abertura das portas do lado de dentro do carro. Ainda bem que eu tava Ninja, na hora e não tinha nenhum motoqueiro passando do lado.

“As crianças com idade inferior a dez anos devem ser transportadas nos bancos traseiros em todas as vias do território nacional   

“É obrigatório o uso do cinto de segurança para condutor e passageiros em todas as vias do território nacional, salvo em situações regulamentadas pelo CONTRAN.” 1   

A legislação brasileira, entretanto, apesar de determinar que crianças menores de 10 anos sejam levadas no banco traseiro dos automóveis, não exige o uso de cadeiras infantis, assentos especiais para recém-nascidos, bancos de ajuste de altura para crianças de 04 a 10 anos ou qualquer outro tipo de dispositivo de retenção apropriado. 2   

Além disso, muitos pais desconhecem a importância de utilizar dispositivos de retenção no transporte das crianças, o que pode ser evidenciado pelo fato dos acidentes de trânsito serem a principal causa de morte na faixa etária de 01 a 14 anos no Brasil 3. Em contraste à essa realidade, o uso da cadeira infantil, quando instalada e usada corretamente, reduz os riscos de morte em 71% e a necessidade de hospitalização em 69%”   

Fonte: INMETRO

As cadeirinhas são importantes porque os cintos de segurança dos carros são projetados para pessoas com mais de 1,45 de altura e o ajuste adequado à altura da criança é feita através da cadeirinha.  E a gente ta cansada de saber que as cadeirinhas são proteção extra pra os tesouros,  notícias como as abaixo estão sempre aparecendo:

No site da ONG Criança Segura, mostra a Maneira adequada de transportar as crianças.

Como Transportar Crianças de até 1 ano de idade no carroComo Transportar crianças de até 1 ano de idade no carro Como transportar Crianças de 1 a 4 anos no carroComo transportar Crianças de 1 a 4 anos no carro
Como transportar crianças de 4 a 10 anos no carroComo transportar crianças de 4 a 10 anos no carro
Figura 1: Crianças de até 01 ano devem ser transportadas em cadeiras infantis, no meio do banco traseiro e de costas para a frente do veículo.    Figura 2: Crianças de 01 a 04 anos devem ser transportadas em cadeiras infantis de frente para o vidro dianteiro.    Figura 3: Crianças de 04 a 10 anos devem ser transportadas em assento infantil especial, presas com o cinto de segurança do veículo.   
  • O assento da figura 3, que não pode ser improvisado com almofadas ou outros objetos, eleva o tronco da criança para a posição adequada, proporcionando maior conforto e evitando perigo de estrangulamento.
  • É importante lembrar que crianças soltas no banco de trás estão sujeitas a riscos muito maiores de lesões graves e morte. Além disso, em um acidente, outros ocupantes do veículo também correm riscos. A título de ilustração, em uma freada brusca a 50Km/h, uma criança de 10kg, peso normal para uma criança de 1 ano de idade solta no banco de trás pode ser arremessada para a frente do carro com um peso correspondente a 250kg.
  • Crianças não estão seguras quando colocadas no colo de um adulto, mesmo no banco traseiro. Em caso de acidente, o adulto pode prensá-la contra o painel ou banco dianteiro, co m graves conseqüências.

Fonte: ONG Criança Segura www.criancasegura.org.br

 No Site da CET– Companhia de Engenharia de Tráfego – de São Paulo também tem algumas Dicas.

Nunca Transporte as Crianças:

no banco da frente, mesmo presas ao cinto;
no colo, ambos usando o mesmo cinto; 0
no banco de trás, SEM O CINTO DE SEGURANÇA;
em pé, entre os bancos dianteiros;
no compartimento de carga ou porta-malas;
em número maior que a capacidade nominal do veículo.
Ao transportá-las de uma dessas formas, você estará colocando em alto risco a vida das crianças e ainda estará sujeito a ser multado por falta gravíssima.  

Atenção!

Transporte as crianças no banco de trás e não esqueça de travar as portas e manter os vidros sempre fechados.
Procure entre as várias opções disponíveis nas lojas, o dispositivo que melhor atenda às necessidades para o transporte seguro de sua criança.
Dirigindo, não desvie sua atenção do trânsito para “cuidar” das crianças, voltando-se para o banco de trás. Se esse cuidado for inevitável, pare o veículo em local seguro.
Faça o embarque e desembarque das crianças somente do lado da calçada.

Você Sabia ?

…em caso de forte colisão, 10 quilos, peso normal para uma criança de 1 ano de idade, se transformam em 250 quilos arremessados na direção do painel ou contra os bancos dianteiros?
…mesmo com o cinto de segurança, um adulto transportando criança no colo, em caso de colisão frontal, pode prensá-la contra o painel ou banco? E neste caso, a criança ainda pode ser lançada para fora do veículo, com conseqüências gravíssimas.  

FONTE: CET-SP

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2009 De Repente: Mãe. Todos os direitos reservados. Não aceite Imitações.
PortfólioComunicação.com
SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.