Categorias
Humor

Piadinha maldosa

Uma mulher leva um bebê ao consultório do pediatra.
Depois de alguns momentos de espera na sala a enfermeira manda ela
entrar no consultório.Depois da apresentação, o médico começa a examinar o bebê e vê que o
seu peso está abaixo do normal e pergunta:
– O bebê bebe leite materno ou de mamadeira?
– Leite materno, diz a senhora.
– Então, por favor, mostre-me os seus seios.A mulher obedece e o médico toca, apalpa, aperta ambos os seios; gira
os dedos nos mamilos; primeiro suavemente, depois com mais força,
coloca as mãos em baixo e os levanta; uma vez, duas vezes; três
vezes, num exame detalhado. Faz um beicinho e sacode a cabeça para
ambos os lados e diz:
– Pode colocar a blusa.

Depois da senhora estar novamente composta o médico diz:
– É claro que o bebê tem peso a menos.. A senhora não tem leite
nenhum.

– Eu sei, doutor. Eu sou a avó. Mas adorei ter vindo… !

Categorias
Humor

Piada: Mamãe, mamãe…

– Mamãe, mamãe… o vovô está cambaleando..
– Então dispare novamente!


– Mamãe, mamãe… por que a noiva está vestida de branco?
– Porque é o momento mais feliz de sua vida.
– Ah…. e por que o noivo está vestido de preto?
– Cala a boca!!!

 
 


– Mamãe, mamãe… deixei as drogas…
– Graças a Deus!
– Sim… mas não me lembro onde.

 
 


– Mamãe, mamãe… o leiteiro chegou. Você tem dinheiro para pagar ou eu tenho que ir brincar lá fora?

 
 


– Mamãe, mamãe… porque estamos empurrando o carro até o precipício?
– Fique quieto senão vai acordar seu pai…

 
 


– Mamãe, mamãe… o que é um orgasmo?
– Não sei querido, pergunte pro seu pai.

 
 


– Mamãe, mamãe… a privada dá voltas?
– Não, filhinho.
– Então, fiz cocô na máquina de lavar roupas…

 
 


– Mamãe, mamãe… na escola me chamaram de mafioso.
– Amanhã mesmo vou resolver isso, meu filho.
– Bem… mas faça tudo parecer um acidente, ok mamãe…

 
 


– Mamãe, mamãe… eu já tenho 13 anos, me compra um sutiã?
– Não.
– Vamos Mamãe… compra um sutiã pra mim.
– Eu já te disse NÃO!
– Mas mamãe, eu já tenho 13 anos.
– Não me amole , Vinicius!!!

 
 


– Mamãe, mamãe… na escola me chamaram de mentiroso.
– Cale-se que você nem vai a escola ainda…

 
 


– Mamãe, mamãe… eu não quero conhecer meu avô…
– Cale-se e continue cavando.

 
 


– Mamãe, mamãe… me leva no circo?
– Não, filho… Se querem te ver, que venham aqui em casa…

 
 


– Mamãe, mamãe… no colégio um menino me chamou de mariquinhas.
– Marcus, filho, e porque você não bate nele?
– Ai, é que ele é tãããããão lindiiiiiiiinho!!

 
 


– Mamãe, mamãe… na escola me chamaram de dentuço.
– Não lhes dê bola, Leonardo… e feche a boca que está riscando o chão!

 
 


– Mamãe, mamãe… se Deus nos dá o que comer… a cegonha traz os bebês, e Papai Noel os presentes no Natal… posso saber para que serve o papai???

 
 


– Mamãe, mamãe… é verdade que descendemos dos macacos?
– Não sei, filho.. seu pai nunca quis me apresentara família dele…

 
 


– Mamãe, mamãe… a vovó é mecânica?
– Não.
– Então, por que ela está embaixo do ônibus?

 
 


– Mamãe, mamãe… por que o papai não tem cabelo?
– Porque ele trabalha muito, é cheio de preocupações e é muito inteligente.
– Ah, e por que você tem tanto cabelo?
– Cala a boca!!!

 
 


– Mamãe, mamãe… uma menina de 8 anos pode engravidar???
– Ai… claro que não….
– Yupi… Yupiii…

 
 


– Mamãe, mamãe… o papai está correndo desesperadamente pela estrada.
– Fica quieto e acelera!

 
 


Categorias
Humor

A LETRA "P"

Apenas a língua portuguesa nos permite escrever isso…

 O cara que escreveu isso é bom em português, mas deve ser maluco e não ter nada pra fazer. 

“Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português, pintava portas, paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar panfletos. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.
Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas.
Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para Papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris. Partindo para Paris, p assou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los.

Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se principalmente pelo Pico, porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas. Pisando Paris, permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se.

Profundas privações passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo… Preciso partir para Portugal porque pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses. Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo.

Parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir. Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém, Papai Procópio partira para Província. Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando pinturas.

Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão principal. Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu: Pediste permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia. Porque pintas porcarias? Papai proferiu Pedro Paulo, pinto porque permitiste, porém, preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal.

Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo para praticar profi ssão perfeita: pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para poderem prosseguir peregrinando.

Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram pacus, piaparas, pirarucus. Partindo pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito.

Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo. Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos. Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas. Pobre Pedro Paulo Pereceu pintando… ‘
Permita-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois pretendo parar para pensar… Para parar preciso pensar. Pensei. Portanto, pronto pararei.”

 

E eu me achando o máximo quando consigo dizer:
O Rato Roeu a Rica Roupa do Rei de Roma.

Categorias
De Mãe pra Mãe Humor

Piada: As mães também se enganam.

Mãe do Pelé: 
“ Deixa de jogar bola o dia todo e vai estudar para ter um futuro, menino!”

Mãe do Pasteur:
“ Como é que esse leite ficou com esse gosto estranho?”

Mãe do Luciano Pavarotti:
“- Para de gritar o dia todo.Vai acabar com a sua garganta!”

Mãe do Bill Gates:
“- Deixa de brincar com essas maquininhas ou vai ser pobre para o resto da vida.”

Mãe do Michelangelo:
“- Quero catar você rabiscando a parede de novo”

Mãe do Einstein:
“- Como é que  10 minutos é relativo? Se chegar tarde à escola,vai ganhar falta.”

Mãe do Samuel Morse
“- Para de batucar na mesa. Já estou cansada desses ruídos.”

Mãe do Fred Astaire
“- Fica quieto de uma vez! Daqui a pouco vai querer dançar na parede.”

-Mãe do Abraham Lincoln
“- Quantas vezes tenho que te dizer para não andar com esses negrinhos?”

Mãe de Karl Max
“- Nada de igualdades, eu sou sua mãe e você é meu filho.”

Mãe do Charles Chaplin
“- Estou falando com você. Não me responda com gestos. O gato comeu a sua Língua?”

Mãe do Michael Schumacher
“- Vá devagar com este carrinho, moleque, ou vai bater no muro.”

Categorias
Blog

Sobre o blog, anuncios, hospedagem e o meu saco cheio. Não perca seu tempo lendo esse post, estou de TPM.

Como explico na pagina Sobre/Blog, comecei o De Repente: Mãe depois que terminei a faculdade porque sentia vontade de escrever.
E que graça tem escrever se não for pra ser lido? Um blog resolvia meu problema!

Como na época eu trabalhava numa agencia de comunicação, estava com um bebê no colo e outro na barriga e com a casa em plena reforma para receber duas crianças, a ultima coisa que se passava pela minha cabeça era ser uma blogueira profissional.

Sendo assim, fiz um cadastro no blogspot e passei a publicar meus textos. Coisas que gostava e informações que achava importante passaram a entrar em pauta, afinal na minha primeira gravidez procurei informações a respeito de ter um bebê, fases da gravidez etc… e só encontrei dois tipos de informação: Muito técnicas ou inacabadas. Não encontrei nenhum blog de uma pessoa real, que tem duvidas, dificuldades, etc..A maioria dos blogs que encontrei na época,acabavam junto com a gravidez. E achei que seria um nicho legal para escrever. Falar sobre algo que eu estava vivendo para pessoas que estavam passando pelas mesmas situações ou que já passaram e assim trocar idéias.
E deu certo.
Deu tanto certo que conheci pessoas que fazem Blogs profissionalmente e acabei gostando da idéia. Só da idéia. Como disse acima não sobrava tempo.

Se você que está lendo esse post não acredita em Deus então pode chamar de sorte, destino ou do que quiser. Mas assim como profissionais do mundo dos blogs cruzaram meu caminho logo a vida tratou de me arrumar um pouquinho daquilo que eu reclamava que não tinha. TEMPO
Fui demitida.
A CDF aqui, que nunca repetiu de ano, que trabalha desde os 14 anos e nunca havia sido dispensada de um emprego, sem mais nem menos foi demitida. “Você não tem perfil !” Não tinha perfil pra fazer algo que fazia a mais de 10 anos. O atendimento a cliente.
Claro que na hora fiquei p* da vida e preocupada, ficar desempregada com dois filhos pequenos é desesperador.

Mas, há males que vem pra bem e agora sou grata.
Pude aproveitar coisas maravilhosas de meus filhos, que só se passa uma vez na vida e que eu nem percebia que estava perdendo. Dou muito mais valor hoje: Os primeiros passos do Samuel. Os primeiros dias de escola da Maria e assim vai…

O lobo perde o pêlo, mas não perde o vício. 40 dias depois de estar em casa e depois de já ter organizado todos os armários de casa, pintado duas paredes, ter tirado a fralda da Maria e mudado a cor do meu cabelo 3 vezes, passei a sentir falta do trabalho, da escrita.

Justo eu que sempre detestei redação na escola, estava viciada em escrever.

E veja só como são as coisas, na mesma semana que me dei conta da falta que sentia @samegui entrou em contato comigo a respeito do fechamento de uma possível parceria com o portal de Blogs que ela administra. Tinha mais de 1 ano do primeiro contato.
Mas pra isso era necessária a profissionalização. De novo a profissionalização me cercava.

Minha reação: É pra já! Era simplesmente perfeito, achei alguma coisa pra fazer depois que as crianças dormiam. Um Blog,profissional. Eu trabalharia em casa e ainda ganharia um Tutu.

É só que a rapadura é mais dura que doce.

Quando ela me pediu um relatório do “Analyticals” respondi: O que é isso?
Nunca tinha reparado no tráfego do meu site, não sabia se era alto, baixo, médio,anguloso. Não sabia muito bem a diferença entre registrar domínio e hospedar site, SQL, PHP, CSS pra minha era palavrão. O cambada de siglazinhas FDP.
E o pior é que fui tomando gosto pela coisa, me animando com a idéia. E os números só comprovam isso. Aumentei a visitação do Blog de uma media de 15 para 642 PageViews por dia, ou seja tenho 42 vezes mais visitação desde que registrei um domínio.

Mas, como diria Drummond no meio do caminho tinha uma pedra. Como cheguei a contar lá no diário, começaram a aparecer algumas coisas para me desanimar.

Recebi algumas criticas nada construtivas, peguei alguns textos meus republicados sem autorização, ou pior ainda, com algumas alterações e assinados por outras pessoas, problemas com minha hospedagem que adora deletar o meu banco de dado, como o que aconteceu nessa semana e o site ficou praticamente 3 dias fora do ar, cansaço, estresse e por ai vai…

E pensei em desistir.

Pra que dormir 6 horas por dias, quebrar a cabeça com coisas que eu nunca tinha visto na vida, estressar meu marido que tem dia que só falta tirar o computador da tomada… Para não ter retorno.
Primeiro porque pouquíssimas pessoas comentam o que vêem, a média aqui é de 1 comentário a cada 1.250 visitas. Aproveito aqui e faço apelo gentil e educado: COMENTA P****! Quero saber se está bom, se está ruim, se tá marromenos…
E o lado financeiro, lógico Pago para ter esse blog. Os anúncios que você via aqui só contabilizavam a partir do clique. Do seu clique. O que praticamente não acontecia.
Para ter uma idéia, no meu dia recorde de audiência, graças a uma home no Ocioso, tive mais de 14 mil visitas e não aconteceu NENHUM clique no Banner de anúncios. É, NENHUM!
Então simplesmente resolvi tirar. Algo pra ficar pesando no carregamento da página, que prejudique o meu leitor e que não traga retorno $$. Obrigada, mas eu dispenso.

E então como ia passar a manter o Blog? Porque eu tenho um custo pra manter esse site no ar, depois de aprender a diferença entre domínio e a hospedagem descobri que eles também têm um preço. Um preço bem salgado ao meu ver. Internet deveria ser mais barata.

Ééééé…

O sonho de trabalhar em casa, trabalho mesmo uma média de 3 horas por dia 7 dias por semana das 23:00 ás 01:00. Fazendo algo que gosto, ganhando o suficiente pra sustentar os filhos e ainda fazer a progressiva a cada três meses foi por água abaixo, logo no primeiro semestre.

Ter um blog não é moleza!

É um tiro no escuro. Talvez você acerte na veia, ou o tiro simplesmente, pode só passar de raspão.
Queria ter uma história bonita para por nessa parte do post e dizer que tive um sonho, que encontrei um amigo que ficou milionário catando latinha ou que simplesmente passeio por algum fato na minha vida que me fez agir com desapego ao mundo material.
Mas não tenho, mesmo porque eu sou taurina do primeiro decanato e ciúme é sobrenome e não adjetivo de minha pessoa, logo, desapego não está no meu dicionário. Muito menos tenho um amigo milionário.
O que sei é o que todo mundo sabe. Primeiro que empreendedorismo não é para os fracos….rs
Tem que ter sangue frio e saber que o investimento vem em longo prazo, longuíssimo, longuissíssímo.

Então, digo aos folgados plagiadores que terão mais textos para copiar, aos servidores de hospedagem que terão mais bancos de dados para sumir “Infelizmente, Senhora”

E  ao povo que FICO!

#surtei e #ignora

Categorias
Humor

Haurélho dos louros…

      O dicionário é uma obra que reúne por ordem alfabética e explica, de maneira ordenada, o conjunto de vocábulos de uma língua. Os dicionários existem desde os tempos antigos. Os gregos e romanos já recorriam a eles para solucionar dúvidas e esclarecer termos e conceitos. Esses primeiros dicionários não eram organizados alfabeticamente. Apenas reuniam definições de conteúdos lingüísticos ou literários.

Só no final da Idade Média foi que começaram a aparecer dicionários organizados alfabeticamente,os monges [a igreja era detentora de todo o conhecimento teórico] passaram a ordená-las alfabeticamente para facilitar sua localização. A invenção da imprensa, no século XV, deu novo impulso à difusão e ao uso dos dicionários [E das bíblias]. Há diferentes tipos de dicionário. Entre os mais comuns destacam-se:

  • Dicionários gerais da língua: em versão extensa ou adaptada a usos escolares. Contêm um grande número de palavras, definidas em suas várias acepções ou significados.
  • Dicionários etimológicos: trazem a origem de cada palavra, sua formação e evolução.
  • Dicionários de sinônimos e antônimos: definem o significado das palavras, apresentando as que são equivalentes ou afins –palavras sinônimas – e as de significados opostos – palavras antônimas.
  • Dicionários analógicos: reúnem as palavras por campos semânticos, ou por analogia a uma idéia. Não costumam ser organizados por ordem alfabética.
  • Dicionários temáticos: reúnem o vocabulário específico de determinada ciência, arte ou atividade técnica: Dicionário de Comunicação, de Astronomia e Astronáutica.
  • Dicionários de abreviaturas: muito úteis, facilitam a comunicação, principalmente nesta época repleta de abreviaturas e siglas.
  • Dicionários bilíngües ou plurilíngües: explicam o significado dos vocábulos estrangeiros e sua correspondência com os vocábulos nativos.

Esses vernáculos que lhes apresento abaixo são uma seleção de vários e-mails que já recebi, intitulados Dicionário das loiras.

Em resposta, apresento-lhes o dicionário dos LoirOs:

Abismado……………………………………………………..Aquele que caiu num abismo
Alopatia………………………………………………………..Dar um telefonema para a tia
Amador…………………………………………….O mesmo que masoquista – ama a dor
Armarinho…………………………………………………………….Vento que vem do mar
Aspirado…………………………………………………………….Carta de baralho maluca
Assaltante………………………………………………………….Um ‘A’ que pratica o pulo

Barbicha………………………………………………Bar para homossexuais masculinos
Barganhar………………………………………………………Receber de herança um bar
Barracão…………………………………………………….Proíbe a entrada de cachorros
Bimestre…………………………………………………….Mestre em duas artes marciais

Cálice…………………………………………………………………..Ordem para ficar calado
Caminhão………………………………………………………………..Estrada muito grande
Catálogo……………………………………………Ato de se apanhar coisas rapidamente
Combustão……………………………………………………………..Mulher de seios fartos
Caçador………………………………………………………………….Quem procura ter dor
Cerveja………………………………………………………………..O sonho de toda revista
Cleptomaníaco……………………………………………………………..Fã de Eric Clapton
Contribuir…………………………………………Ir para algum lugar com vários índios
Conversão……………………………………………………………………..Papo prolongado
Coordenada…………………………………………………………………….Que não tem cor

Democracia…………………………………………………Sistema de governo do inferno
Destilado…………………………………………………Aquilo que não está do lado de lá
Detergente……………………………………………………………Ato de prender pessoas
Determina……………………………………………………….Ato de prender uma garota
Determine………………………………………..Ato de prender a namorada do Mickey
Diabetes……………………………………………………………………Dançarinas do diabo
Diamante…………………………………………………………Aquilo que não é di marido

Edifício……………………………………………………………………Antônimo de ‘é  fácil’
Eficiência……………………………………………………Estudo das propriedades do ‘F’
Esfera…………………………………………………………………………….Animal domado
Estouro…………………………………………………………Aquele que não é mais touro
Expedidor…………………………………………………………Aquele que já foi mendigo

Fluxograma………………………………………………..Direção em que cresce o capim

Generosa………………………………………………Fator genético da rainha das flores
Glande………………………………………………………………….Sinônimo de “enolme”

Halogênio………………………………………………………….Cumprimento a um gênio
Homossexual…………………………………………………….Sabão para partes íntimas

Luz solar……………………………………………………………….Sapato com luz na sola

Ministério…………………………………………………………Pequeno aparelho de som
Missão…………………………………………………………………………Missa prolongada

Novamente………….Diz-se de indivíduos que renovaram sua maneira de pensar

Obscuro………………………………………..Absorvente intimo interno na cor preta

Padrão………………………………………………………………………….Padre muito alto
Pornográfico………………………………………………..O mesmo que pôr no desenho
Pressupor………………………………………………………………Colocar preço em algo

Ratificar………………………………………………………………………Tornar-se um rato
Razão…………………………………………………………………….Local pouco profundo
Regime militar………………………………………………………..Dieta feita no exército

Saara…………………………………………………………………………..Muulher do Jaaco

Sexólogo…………………………………………………………………Fazer sexo apressado
Simpatia…………………………………………………………………..Concordar com a tia
Sossego………………………………………………..Pessoa desprovida apenas de visão
Suburbanos…………………………………………………Habitantes de túneis do metrô

Tabela…………………………………………………….Sinônimo de “estar muito bonita”
Talento…………………………………………..Característica de alguma coisa devagar
Típica………………………………………………………………….O que o mosquito te faz
Tripulante………………………………………………………Especialista em salto  triplo

Unção……………………Erro de concordância muito freqüente.O correto é, Um é

Vatapá………………………………………………..Ordem dada a alguém para ir fechar
Vidente……………………………………………….Dentista falando sobre seu trabalho
Viúva……………………………………………………………………………..Ato de ver uva
Volátil…………………………………………………………………Avisar ao tio que vai lá

Xiita………………………………………………………………Nome da macaca do Tarzan