Categorias
De Mãe pra Mãe

Boneca Bebê Leite Materno

Uma boneca que simula a amamentação está gerando grande polêmica.

A  Breast Milk Baby (bebê leite materno), vem sendo acusada de induzir a sexualidade precoce nas crianças. (?!?!?!?)
A boneca vem com uma roupa parecida com um sutiã que deve ser usada pela menina.
Na região dos seios, ao invés do mamilo há uma estampa de duas flores.
Quando a boca da boneca encosta sensores captam o movimento e sons como se estivesse mamando.

Quer sabe? Eu não vi nada demais na boneca!
A gente é bicho! Mamíferos! Melhor que mamadeirinhas e chupetas.

Agora, se você não quer que sua filha tenha contato com uma coisa ‘Tão Adulta’? Compra outra coisa pra ela brincar… Cada um sabe até onde pode ir com seus filhos.

 

Mais sobre amamentação?
Mais sobre a Boneca Leite Materno ?

Categorias
Bebês De Mãe pra Mãe

Semana Mundial de Aleitamento Materno 2011

Maria Luiza mamando com 16 dias de vida.

De 01 a 07 de Agosto acontece a Semana Mundial de Aleitamento Materno faz parte de uma história mundial focada na Sobrevivência, Proteção e Desenvolvimento da Criança.

Desde sua criação em 1948 que a Organização Mundial de Saúde – OMS tem entre suas ações aquelas voltadas a saúde da criança, devido a grande preocupação com a mortalidade infantil.

Em 1990, de um encontro organizado pela OMS e UNICEF resultou um documento adotado por organizações governamentais e não governamentais, assim como, por defensores da amamentação de vários países, entre eles o Brasil.

O documento chamado “Declaração de Innocenti” apresentou quatro objetivos operacionais:

• Estabelecer um comitê nacional de coordenação da amamentação;

• Implementar os “10 passos para o sucesso da amamentação” em todas as maternidades;

• Implementar o Código Internacional de Comercialização dos Substitutos do Leite Materno e todas as resoluções relevantes da Assembléia Mundial de Saúde;

• Adotar legislação que proteja a mulher que amamenta no trabalho.

Com o objetivo de seguir os compromissos assumidos pelos países com a assinatura do documento, foi fundada em 1991 a Aliança Mundial de Ação pró-Amamentação – WABA. Essa Organização criou no ano de 1992 a Semana Mundial de Aleitamento Materno, para promover as metas da “Declaração de Innocenti”.

A Semana Mundial é considerada como veículo para promoção da amamentação. Ocorre em 120 Países e, oficialmente, é celebrada de 1 a 7 de agosto (Tá eu sei, tô quase um mês atrasada, mas o que vale é a intenção né?).

No Brasil, o Ministério da Saúde coordena a Semana Mundial de Aleitamento Materno desde 1999. Sendo responsável pela adaptação do tema para o nosso País e elaboração e distribuição de cartaz e folder. Tem o apoio de Organismos Internacionais, Secretarias de Saúde Estaduais e Municipais, Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, Hospitais Amigos da Criança, Sociedades de Classe e ONGs.

Quer saber mais sobre AMAMENTAÇÃO ?

*Texto de divulgação.

** Esse Ano eu fiz na data certa…rs.

APP

Categorias
De Mãe pra Mãe

Minha contribuição ao “Mamaço Virtual” e Dicas para amamentar em público.

Se você, assim como eu, está atolada de trabalho por fora dos últimos acontecimentos, você não sabe o que foi o “Mamaço”.

O “Mamaço” foi um manifesto pacífico que aconteceu, ontem dia 12/05/2011 (dia que o menino mais lindo do meu mundo fez 2 aninhos) no Itaú Cultural.

Em março a antropóloga Marina Barão, foi impedida de amamentar em uma exposição que acontecia no local.

Ela estava com seus dois pequenos, um de 2 anos e um de 2 meses. Ao tentar amamentar foi abordada por uma funcionária que disse que era proibido amamentar naquele local, que ela deveria dirigir-se até a enfermaria. O detalhe: A Enfermaria estava trancada e o bebê ficou aos prantos até que alguém conseguisse achar o bombeiro que estava com a chave do local.

Um A-B-S-U-R-D-O!

A Calu, do blog Mamíferas passou por uma situação tão absurda quanto: teve uma foto do seu perfil no Facebook excluída. O motivo? Simplesmente porque estava amamentando seu filho na bendita! O Facebook alegou que a foto não estava de acordo com as diretrizes da pqp de sei lá o que….

Olha só com quem esse povo foi mexer?

Simplesmente a raça mais bem organizada, articulada e unida da internet brasileira:

Nós, as Mães Internautas!

Há campanhas do poder público e privado incentivando a amamentação e expondo os benefícios para a saúde do bebê que a amamentação traz, mas não há leis/normas ou qualquer coisa que valha, obrigando aos locais públicos, terem acomodações apropriados para receber mamães seus bebês. :/

A gravidez me trouxe muitas coisas, me fez crescer como pessoa, ser mais paciente, prestar mais atenção em pequenos detalhes, mas principalmente me fez perceber que somos bichos, somos animais.

Seres Humanos são ANIMAIS.
Quem dá de mamar? Vegetais  ou Animais ?
Tempo para a resposta…

.

.

Estamos esquecendo aos poucos que SOMOS BICHOS, isso mesmo, (gritando):
_SOMOS BICHOOOOS!
_SOMOS MAMÍFEROOOS!
_SAI LEITE DAS NOSSAS TETAS! Assim como das vacas, cabras, tigresas, leoas, cachorras, gatas e mais não sei quantas mil espécies de vertebrados que compõe essa classe animal.

O seio feminino tem uma razão de existir.

E essa razão não é ‘pagar peitinho’, mostrar em troca de dinheiro em revistas masculinas,  colocar próteses de silicone e usar sutiãs sensuais.

Temos seios PARA amamentar. Eles foram ‘feitos’ pra isso e não para ser objetos de desejo sexual.

Veja bem, não estou fazendo apologia a você sacar o peitão para fora no metrô ou no ônibus as 18:00 na frente de todo mundo e ficar lá com o peito a mostra até o bebê conseguir  pegar.

Acredito que o direito de um acaba quando começa o de outro.
Se você não tem problemas em mostrar os seios, Parabéns! Mas o colega ao lado pode ter em vê-los.
Vivemos em um país multi étnico/religioso e devemos respeitar a criação e opinião de cada um.

Andamos de cabelos soltos e não precisamos sair por aí fazendo ‘cabelaço’ por causa das burcas ou lenços que cobrem os cabelos das mulheres de algumas religiões. Precisamos?

Se não, daqui a pouco estamos novamente queimando sutiãs em praça publica.
Algo TÃO natural como amamentar não deveria ser visto como algo proibido, feio ou expositório (nem sei se essa palavra existe, mas de qualquer jeito vc entendeu a intenção).

Mais uma vez, o bom senso deve falar alto.

Cansei de amamentar os meus pequenos em publico.
Só que EU sempre tive vergonha. Nunca fiquei com o seio exposto em locais muito cheios, com muitos homens ou crianças tagarelas….rs.
Veja, essa é a MINHA atitude. Só que nunca deixei meus filhos com fome também.

Era só sacar uma fralda ou uma cobertinha, fazer uma cabaninha até ele pegar e mandar balar. Bebê satisfeito e peitos mais leves em uma só ação!

Há blusas e lingeries muito legais para o período de amamentação. Até o sling pode ser ajeitado de um jeito que você seja discreta.
“Googla” aí  que você vai ver!

Quando a mulher descobre o seio para amamentar, ela não quer chamar a atenção de ninguém. Mas, muita gente acaba olhando. Pelos motivos mais diferentes possíveis, curiosidade por exemplo.
Se você for ‘tímida’ como eu *.*, segue algumas dicas para evitar possíveis constrangimentos:

  • Procure, nos locais públicos, um lugar mais reservado. Hoje, a maioria deles conta com fraldários onde você pode amamentar tranqüila. Se não, sempre há um espaço mais recolhido, onde você terá comodidade e liberdade para amamentar;
  • No caso de uma saída a três, com o papai, a vovó, ou a babá, peça a esta pessoa que faça uma “barreira” para proteger você dos olhares curiosos;
  • Na hora de amamentar, coloque uma fralda ou uma toalhinha, sobre o bebê e ombro, escondendo a parte superior do seio (algumas blusas e sutiãs fazem esse papel numa boa);
  • Se tem que sair de casa por pouco tempo, amamente antes de sair e calcule o tempo que tem até à próxima mamada;
  • Se estiver de carro, pode usá-lo para amamentar, cansei de dar de mamar no estacionamento do Carrefour…rs ;
  • Numa loja de roupa use os provadores;
  • Em casa de outras pessoas, peça para ir até um quarto ou outro cômodo mais discreto.

E o mais importante, diante de alguém mais indiscreto, solicite ajuda ou pergunte, porquê dos olhares. Tenho certeza que a pessoa vai ficar mais sem graça que você.
Acho que devemos usar o ‘mamaço’ para expor a falta de estrutura de alguns locais para receber mulheres em fase de amamentação.Para continuar ‘brigando’ pelos 6 meses de licença maternidade.
Para solicitar mais estrutura das empresas para receber funcionárias nessa fase.

Maria Luiza mamando com 16 dias de vida.

Desensualizar os seios acho uma tarefa quase impossível, não acho que seja esse o caminho…
Encarar a amamentação como algo NATURAL é o que devemos fazer.

Lembre-se:

_SOMOS BICHOS!

Amamentar tem que ser um ato de amor e não mais uma coisa para se brigar.

Era só o que faltava, né?

APP

Grupo do Mamaço Virtual no Facebook

Fotos do Evento.

Reportagem sobre o ocorrido no Itaú Cultural

Mais Amamentação?

Categorias
Curiosidades e Variedades

Sorvete de Leite Materno

Lembram da Britânica que colocou seu leite a venda na Internet? Parece que leite materno é meio que uma tara Inglesa.

Uma sorveteria chamada Icecreamists conhecida por ser moderninha, lançou  no final de fevereiro um sorvete com leite Materno: Baby Gaga,  é o nome do danado e segundo o Globo.com custa cerca de R$ 37,50.

O leite materno foi fornecido  por 15 doadoras que responderam a um anúncio do site Mumsnet e a receita mistura leite materno com baunilha e limão.

“É um produto orgânico, sem produtos químicos e totalmente natural. Se é bom para as crianças, é bom também para todo mundo”, diz o proprietário da sorveteria, a Icecreamists.

Sorvete de Leite Materno

 

Se você está amamentando , gosta de inventar receitas e se empolgou com a idéia, pode ir tirando o cavalinho da chuva.
Acabei de ver uma reportagem na folha dizendo que o leite foi tirado de comercialização pelo governo britânico.

Gente, leite materno é um fluido corporal. Assim como saliva, suor, sangue, pus e… vou parar por aqui. Antes de ser comercializado qualquer produto do tipo, tem que ser feito um estudo, ver se não é possivel que algum tipo de doença seja transmitida e tudo mais.

Não vou entrar no mérito de quem curte. Mas eu nem experimentaria. Sei lá de onde saiu o peito que forneceu esse leite.
E olha que eu tive leite a ponto de doar para o hospital. Mas nunca me passou pela cabeça experimentar. Lembro que uma amiga de trabalho, uma vez entrou na sala de reunião enquanto eu tirava o leite com a bombinha e me perguntou: “-Que gosto tem?”.
E aquilo me soou tão estranho…

(Bom, mas digníssimo disse que é docinho…kkkk)

APP

 

Mais sobre amamentação

Categorias
Bebês

Os benefícios da boa alimentação dos bebês

Olha que legal esse texto sobre alimentação dos bebês. Não sabia que podia dar peixe para bebês apartir do sétimo mês. Alguns tipos de alimentos como peixe, caldo de cana, salgadinhos…etc. Eu só dei depois de 1º aninho.

A alimentação dos recém-nascidos deve ter cuidados especiais, pois seus efeitos configurarão no seu desenvolvimento ao longo de toda a vida

O aleitamento materno é recomendado por todos os órgãos de saúde do mundo, incluindo a Organização Mundial de Saúde (OMS), e não é por acaso. O leite materno tem todos os nutrientes necessários ao bom desenvolvimento da criança, sendo ainda a forma mais fácil e econômica de alimentação do bebê.

Diversas pesquisas indicam que a mortalidade infantil está relacionada com a passagem precoce do aleitamento materno para a introdução dos chamados alimentos complementares, sobretudo em países em desenvolvimento, como o Brasil. Segundo o pediatra titulado pela Sociedade Brasileira de Pediatria, Sylvio Renan Monteiro de Barros, “pesquisadores descobriram que os alimentos complementares reduzem a absorção de nutrientes próprios do leite materno, como o zinco e o ferro. E por isso é recomendado que a introdução de outros alimentos deve ser adiada, pelo menos até o sétimo mês de vida”.

Existem casos, porém, em que a mãe não pode amamentar seu bebê e nestas situações, é indicada a introdução gradativa de novos alimentos, como suco de frutas (laranja-lima ou seleta, cenoura, tomate, entre outros) e papas de frutas (banana-maçã, maçã, pêra, abacate ou mamão). As sopas serão introduzidas após a criança acostumar com outros alimentos líquidos e sólidos – com a adoção da sopa, ela experimentará as comidas salgadas.

“A partir do sétimo mês as mães podem oferecer peixe, como cação, filé de pescada, e também cereais – arroz, macarrão, ervilha. Depois do 8º e 9º meses, já podem introduzir a carne, o frango desfiado, o fígado e peixe moído. Mas tem que ter cuidado para que a criança não engasgue”, explica o pediatra.
A quantidade dos alimentos que serão adicionados na alimentação – não importa a fase – deve ter um critério bem avaliado. Também é importante que as mães estabeleçam uma rotina com alimentos saudáveis. Desta forma, poderão proporcionar bons nutrientes e disciplina aos seus filhos.

Outro aspecto importante na educação alimentar do filho é que esta é influenciada pelos hábitos alimentares dos próprios pais. Assim, para estimulá-lo a uma alimentação saudável, equilibrada e com rotina, o exemplo tem de partir dos pais. O reflexo deste bom hábito irá se refletir no desenvolvimento da criança, garantindo muito mais qualidade de vida e saúde em todas as fases seguintes de sua vida.

Dr. Sylvio Renan

fonte: http://blogdopediatra.blog.uol.com.br/

Categorias
Bebês De Mãe pra Mãe

Como posicionar o bebê na hora da amamentação.

Saiu essa matéria na Folha dizendo que uma a cada quatro mães não sabe amamentar.
E é verdade. Eu que já amamentei dois filhotes, sofri até pegar “as manhas” . A gente não nasce sabendo amamentar uma criança e não é vergonha nenhuma isso.
Eles fizeram esse infográfico e eu dou os meus pitacos logo abaixo abaixo:

1) É barriga com barriga. A barriguinha do bebê tem que estar encostada no que sobrou na sua.

2) Não vai ficar empurrando o peito na boca a criança. Pode ter certeza que quando ele quiser você vai entender o recado (berros). E ele tem que estar com a boca bem aberta para poder:

3) Abocanhar TODO o bico do peito, inclusive a auréola. Essa eu só descobri quando tive os meus. Se ele pegar só a ponta, o bico, seu peito vai rachar, sangrar e doer como nunca antes doeu na sua vida (Vai por mim!) Então enfia o BICO TODO na boca do filhote sem medo de ser feliz!

4 e 5) Num intidi o que ele falô!  Mas deve ter haver com o fato de a boca da criança ter que parecer cheia (e estará, damnn!). Se não ela não está “pegando” direito.

APP

Fonte: Folha