Categorias
De Mãe pra Mãe

Modernização ou sensualização ?

Meu olhar já está tão acostumado com a estética atual que só ao ver lado-a-lado as imagens da Moranguinho do meu tempo e da Moranguinho do tempo da minha filha que eu pude perceber a IMENSA transformação que a personagem passou.

Reparem como os cabelos estão mais longos, ela está mais alta, mais magra, o rosto mais fino com cores nos lábios e nos olhos que se assemelham a uma maquiagem.

A Moranguinho virou Gisele.

E tem mais, com a atualização ela passou a  gastar seu tempo conversando no celular em vez de escovar seu gato, ou seja, há também com a atualização uma mudança de atitude e comportamento da personagem.

Concordo com as “atualizações” dos personagens, elas inclusive são necessárias, tanto pela a atualização da mídia (antes 2D e agora 3D HD e PQP) como também porque o brinquedo tem que simular a nova realidade das crianças, cheia de tecnologia e tal…  Mas, reparem só como a nossa geração (quando digo “nossa” estou falando com você que tem mais de 25 anos de idade) estava livre dessa estética padronizadora, onde todos tem que ser altos, magros e de cabelos lisos.

Não existem mais monstros. Não há espaço para o feio, para o que não é padrão. Um exemplo, olhe só como vai ficar os Trolls ou Duende Magico. Kd a cara de monstro que ele tinha?

Sabe qual a mensagem subliminar que esses brinquedos passam para as crianças?

“Se eu for feio eu não tenho espaço”.

Por isso que os adolescente de hoje (uma ou duas gerações depois da nossa) usam a internet como se fosse um mundo paralelo, não há Cristo que se adapte a tanta pressão por esse padrão de beleza. A Internet vira ponto de escape.

E não é viagem exclusiva minha. Saiu essa matéria no New York Times discutindo esse assunto.

Imagina só o que vai acontecer com a geração de nosso filhos se nós, pais, mães e responsáveis não começarmos a plantar sementinhas de mudança.

Algumas empresas, já enxergaram essa necessidade e lançaram/lançam campanhas onde defendem a “real beleza”, cheia de imperfeições mesmo. Inclusive eu já postei aqui um vídeo lindo da Dove que trata de meninas, crianças, já com a auto estima baixa.

Mas o que fazer com o nosso próprio preconceito já calejado pelo padrão atual. Vai me dizer que você nunca ouviu ninguém falando do comercial das “Gordinhas da Dove”

“Fale com sua filha antes que a industria da beleza fale”

Outro link para o mesmo vídeo, caso esse não abra: http://www.youtube.com/watch?v=epOg1nWJ4T8&feature=player_embedded

28 respostas em “Modernização ou sensualização ?”

Ridiculo én VC! Nem Nome Não poe.
ADOREI o post ta na hora de acabar com essa mania ne magreza

Uma pena de fato. Hj em dia dá até medo de pensar que pra uma criança ser uma criança, vc tem que privar ela do mundo, o que é impossível. Logo….tamos perdidos! No meu tempo que n era assim n… Tô com 30 e qdo eu era criança, a nossa preocupação era outra.
lamentável

As meninas de dois anos vão para a escolinha e logo as mães perguntam se já arrumaram por lá um ‘namoradinho’. Uma amiga me diz que as coleguinhas da filha dela tambem de 2 aninhos apenas, aparecem com a unha pintada na escolinha.
Não se tem mais infancia. Fato.
E não se tem respeito por nada; só importa rotular: o ‘anonimo’ aí de cima foi rotulado de moleque ou gordo. Não concordo com ele, o post nao tem nada de ridiculo, mas…

Interessante, mas renovação faz parte da vida….]

Se a Moraguinho volta-se gorda, iriam falar que ela estaria estimulando as crianças a não se preocuparem com a saúde, correndo risco de muito se tornarem obesos no futuro, ou diabéticos e doenças do gênero…

Sou contra o Politicamente correto! – Desenho é para assistir… Brinquedo brincar….. O resto é frescura!

Sensacional! TUDO ISSO É O REFLEXO DO PODER QUE A MÍDIA EXERCE SOBRE AS PESSOAS. A mídia é uma das relações de poderes que fala Michel Foucault. Ela exerce total influência de modo que as nossas crianças entram nesse mundo consumista desde cedo e se tornam crianças sem valores éticos ou morais. Ta aí um dos grandes motivos que provocam os distúrbios de atenção nas crianças e nos adolescentes. Além disso, há propagandas em que a imagem da criança é evidenciada para a venda de um produto adulto, como foi o caso do sapato boneca, que as meninas e mulheres usaram na década de oitenta, e as propagandas evidenciavam a figura infantil dos contos de fada como a de Chapeuzinho Vermelho para convencer o seu público. INFELIZMENTE, é uma cultura mercadológica que esquece os valores e os sentimentos humanos…quem disse que todos precisam ser esteticamente bonitos. A perfeição só é aliada ao físico quando se tem a sexualidade como foco para alcançar determinados objetivos. Acho que a infância de nossas crianças, de fato, há muito tem sido roubada, e nem as próprias crianças têm o direito de reivindicá-la, afinal, só se reivindica aquilo que se conhece.

Muito bom, o cara do ridiculo é provavel que seja um troll
recomendo não alimentá-lo é isso que ele quer. 😀
poxa, tudo a ver o mundo ta perdido mesmo…
KFPAKSDPFK’
gostei da frase, fale com sua filha antes que a industria da beleza fale.
tambem acho que criança deve ser criança e não tentar ser adulta o mais precoce
quando eu tiver uma filha ela so vai poder passar batom com 20 anos (brincadeirinha ^^)
mas a realidade é que agora as menininhas não brincam como nós antigamente, de passar a maquiagem da mãe, colocar o salto dela, vestir o vestido dela.
hoje as crianças tem sua propria maquiagem, colocam seu salto maior que muita mulher por ai,
supervaloriza a aparência, coisas que fazem parte do universo adulto feminino, hoje fazem parte do universo infantil feminino também, já não há distinção, com poucas exceções.

POTS, MEU COMENTARIO DAVA UM POST! ¬¬
sempre falo demais’

A única parte que discordo do post acima é sobre a parte da sensualização. Hoje em dia o assuntoi pedofilia tá sempre na midia. As empresas evitam esse tipo de associação. O nosso povo é sensual por natureza. Basta lembrar do tempo de xuxa. Hoje em dia, analisando melhor o passado, concordo que houve uma péssima influência nas crianças.

Mas quanto ao restante do post concordo em tudo. Pq diabos a moranguinho não pode ser mais “inocente”? E o que diabos fizeram com o outro boneco? Desvirtuaram totalmente!!!

Na real, acho que esse papo de vetar uma coisa em nome do ”politicamente correto” já era.
Os tempos mudam, hoje as crianças estão tendo acesso a mais quantidade de informação do que há uns 10,15 anos atrás, e as mudanças hormonais estão cada vez mais precoces também.
Então é natural que meninos e meninas estejam largando os brinquedos mais cedo e se interessando por coisas mais adultas, e o que os mercados fizeram foi se adequar a essa tendencia.

será que é a nova Mornaguinho que estimula o comportamento adulto das crianças ou ela apenas se adapta à comportamentos qe elas já vem tendo, para não parar de fazer sucesso ?

as pessoas falam muito em influência da mídia, e se esquecem que a mídia é um produto direcionado aos consumidores que somos nós. eles vendem o que nós queremos .

a mídia nos influencia ou nós influenciamos a mídia ? dá assunto até pra outro post do blog ! aeuhauehaeuh

blá, blá, blá. não quero que as meninas virem adolescentes blá. blá, bla…

um moralismo idiota e conservador. não é a midia que quer impor às jovens a se amadurecerem mais rápidos, ou que impõe beleza. são as garotas que levam as empresas a se modernizarem e fazer produtos mais próximos da realidade delas.

esse negócio de querer estender a infancia ao máximo me soa mais como complexo de Peter Pan do que preocupação com a geração atual.

as garotas estão entrando na adolescencia mais cedo; isso é normal, minha mãe dizia que aos 14 anos ela era uma táboa; minha irmã aos 11 anos já tinha peitinhos, é normal; inocencia é sinonimo de burrice atualmente, e não de pureza.

quanto á boneca ser magra; obesidade é um problema de saude; e é preocupante ainda mais na infancia.
e por falar nisso, barbie é dos anos 70 e tem um apelo sexual muito maior que a nova moranguinho.

Acontece que tem pessoas tão leigas que enxergam “incoerência” e vêem como chacota. Mas esse post procedo com lógica.

Gostei da postagem esclarecedora e a sugestão de ensinarmos nossos filhos, antes que as mensagens subliminares as influencie.

Continue sempre assim. Não importa os que tem uma maneira curta de enxergar a lascívia.

Até mais…

Nossa, grande post! infelizmente nossa juventude tá se perdendo, a inocencia tá acabando, é tudo muito precoce… os valores estão deturpados e os padrões estão sendo impostos pela mídia. temas como sexo, valorização e banalização da homossexualidade são temas vastamente abordados na globo. nada contra, mas não quero um filho meu achando que é bonito ser viado pq ele viu no big brother e todo mundo achou o máximo. quero para os meus filhos algo semelhante ao que tive.

nossa, que comentário babaca e fora do lugar! isso mostra que tu não se preocupa com o bem estar da irmã. hoje em dia, devido a mil fatores, as crianças tão fazendo sexo com a idade que tu referiste que ela tinha ali, 11, 10 anos… ser contra isso é complexo de peter pan ou seria ignorancia da tua parte mesmo?

marcio, fora do lugar foi o seu comentário.

primeiro: sua colocação totalmente homofóbica: se você não tem nada contra a homossexualidade, não teria nada contra em seus filhos saberem que ela existe; nem que eles pensassem se é bonito ou feio; tem que passar para eles que é normal; tem gente que gosta do sexo oposto, tem gente que gosta de pessoas do mesmo sexo; tem pessoas que não sentem atração não por um, e nem por outro, e tem gente que sente atração pelos dois. aliás, vejo que algumas caracteristicas do homossexualismo tenham sido proveitosos para os eteros (principalmente para as mulheres héteras); o homem está sendo mais vaidoso, cuidando mais da aparencia, no lugar daquele tipico brutamontes que a midia tentava vender tempos atrás.

outra coisa: não existem crianças de 12 anos, a partir dos 12 anos se é adolescentes; e eu comentei sobre puberdade, não sobre a vida sexual dela (que infelizmente para ela (e para o namorado dela tambem) não existe, embora tenha 18 anos, e namore desde os 13 anos.)

caso não saiba, complexo de peter pan é quando se quer ser criança para sempre; e não o contrário.

outra coisa, não é a midia que ter sensualizar as pré-adolescente, é o contrário, as pré-adolescentes que estão largando as coisas de criança mais cedo, e a industria quer recuperar esse publico, e como recuperá-lo? criando produtos que esse publico se identifiquem; como uma moranguinho no inicio da puberdade; ou uma turma da monica jovem (antes o publico de 11 a 14 anos lia turma da monica, hoje esse mesmo publico o acha infantil demais; daí a iniciativa em criar a tmj por exemplo) fora outros produtos, antigamente não tinha “atrevidinha, ou outras revistas femininas para as pré-adolescentes, (só para adolescentes)

não vejo problema nenhum em iniciar a vida sexual aos 12~14 anos é até mais saudável que começar depois dos 25, até porque é comnpreenssível uma adolescente ser inexperiente; agora um adulto?

é comprovado que o sexo faz bem à saude, chega até a prevenir hipertensão, como anunciado pelo ministro da saúde, tempos atrás.

Gravidez e doenças sexualmente transmissíveis se previne com preservativos (que podem ser pregos em qualquer posto de saude gratuitamente a partir dos 12 anos; o mesmo vale para anti-concepcionais, e consultas periódicas com ginecologista)

sobre a tv: existe atualmente uma censura moral imensa; nos anos 80 teve um comercial que recebeu vários prêmios da área falando do primeiro sutian; onde uma atriz de 12 anos aparecia no meio de um vestiário heio de garotas de 12 de lingerie, e ela no fundo de costas nua, envergonhada, ao trocar deroupa, na segunda parte, ela chega em casa; recebe um sutian; corre para o espelhos mostrando seus seios por alguns segundos antes de experimentar a peça; hoje em dia ele não apareceria em lugar nenhum, (e alias foi censurado quando passou no intervvalo do programa (profissionais do ano); na mesma décadagarotos de 14 anos eram contratados para porno-chanxadas, sem o menor problema, hoje uma garota de 16 anos, emancipada, com a permissão dos pais, e por vontade própria, não pode mostrar um seio por causa da censura moral vingente, quando nos anos 80; aos 12 anos se poderia.

Genteee…
Adorava tudo na minha época do moranguinho, ursinhos fofos, os desenhos….nao tinha violência, nao tinha ousadia, nem coisas de frescuras…tudo era simples! Hoje fico besta com tudo vejo, desenhos violentos, viedogame viciados, meninas já se maquiando logo cedo, meninas se preocupando com modas fashion, eita…já nao ensinam mais o que é ser criança????
eu hein…adoreii o post
bjs♥

Também me preocupo muito com essa questão, sou contra essa modernização dos brinquedos, adoro a moranginho antiga…. não quero comprar boneca barbie para minha filha… mas ela por si só, já é toda vaidosa….fico perdida… e tenho muito medo de que tipo de mundo vou encarar quando meus filhos estiverem adolescentes….Gostei muito do post…Parabéns mais uma vez

Olha Inês, acho que toda a nossa geração de mães fica meio perdida com relação a essas coisas.
Ao mesmo tempo que queremos que nossas filhas (nesse caso) tenham uma auto estima legal, para contrapor o excesso de cobranças que a sociedade traz as mulheres em específico, também não queremos que elas percam a infância.
EU acho que não tem fórmula mágica pra isso. Acho que ser mãe muitas vezes é só seguir o que o coração diz… bjos e obrigada pela visita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.