Categorias
De Mãe pra Mãe

Mãos Limpas, Famílias Saudáveis

Estou ensaiando esse post desde de julho, quando ocorreu o evento da Unilever, Mãos Limpas, Famílias Saudáveis, para o lançamento da linha de sabonetes bactericidas Lifebuoy  (que eu não fui porque não consegui confirmar presença a tempo, : / ) A querida @samegui (sim, ela de novo) foi e gentilmente compartilhou o material do evento, além de fazer esse Post no Mãe com Filhos onde mostra alguns dados estatísticos a respeito do assunto.

 Quando a gente lê:

“A cada dia no mundo, 5.000 crianças de menos de cinco anos morrem de doenças diarréicas, (…).A metade destas mortes pode ser evitada se as crianças desenvolverem o hábito de se lavar as mãos com sabão, antes do almoço e depois de ir ao banheiro” diz, porta-voz da Unicef em Genebra Véronique Taveau.

 Já é algo que mostra a dimensão da importância de lavar as mãos. 2.500 crianças no mundo podem ser salvas com o simples gesto de lavar a mão.E aí você deve pensar: “Ah! Mas isso só acontece nos confins da África, em países abaixo da linha da pobreza, onde o povo não tem instrução nenhuma, blá, blá, blá!”  

É?

Então faça-me o favor de ler esse post do Dr. André Luiz Bressan, pediatra, onde ele relata entre outras coisas, a MORTE de uma criança de 4 anos de idade, num hospital aqui em São Paulo por causa de uma ”bactéria miserável, chamada meningococo” que, entre outros cuidados poderia ser evitada com uma melhor higienização das mãos.

O simples gesto de higienizar as mãos corretamente com água e sabão pode evitar doenças como diarreia e gripe, entre outras. Veja as recomendações da OMS:

– Ligue a torneira e molhe suas mãos com abundância;
– Use a quantidade de sabão suficiente para que a espuma cubra toda a superfície das mãos;
– Dedique 15-20 segundos só no ato de esfregar; o ritual completo deve durar cerca de 50 segundos;
– Capriche na limpeza do espaço entre os dedos; esfregue também o dorso e o punho;
– Enxágüe as mãos com água em abundância;
– Seque com toalha descartável (em ambientes coletivos);
– Se a torneira não for automática, use a tolha de papel para fechá-la– Isso previne uma re-infecção (é assim que escreve?) das mãos

É importante ressaltar que água quente é melhor do que água fria no combate à proliferação. Outro ponto importante é usar um recipiente com sabonete líquido ao invés do sabonete sólido.

Use essas dicas no seu dia-a-dia.

APP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.