Categorias
Ameliando Beleza e Bem Estar Blog De Mãe pra Mãe

Feminista ou Feminina?

Essa semana uma pessoa me chamou de feminista. O que na hora me deixou indignadissima.

Sempre tive a visão de que feminista é aquela mulher de cabelo curto, sem maquiagem, que nunca se casou, e que queima sutiãs em praça publica.

E eu sou super vaidosa, valorizo a família tradicional (pai+mãe+filhos+bicho de estimação), acredito no lar como porto seguro, e jamais queimaria meus sutiãs (os que me servem pelo menos).

Para mim ou pra você, mulher, brasileira, de até 35 anos de idade, que mora em um grande centro, e que teve acesso fácil a educação, saúde e saneamento básico, esse é um comportamento absurdo e sem razão.
Nascemos e a mulher já podia votar, trabalhar fora, ter opinião, usar a maquiagem, o cabelo e a roupa que quiser. Nunca precisamos brigar por esses direitos.

Muito pelo contrario, hoje em dia brigamos para não ser essa super mulher que nos foi deixada de herança: A Mulher Alpha, a que trabalha fora, ganha bem, é bem relacionada, é uma boa mãe, uma excelente dona de casa e ainda, tem um IMC abaixo da média, cabelos sedosos e pele de pêssego.
Ou seja, brigamos para não ser essa MULHER IMPOSSIVEL. Por que venhamos e convenhamos, ninguém que tem um corpo só e vive num dia de 24 horas consegue excelência em todas as áreas. Você pode manter um equilíbrio em todas as áreas, mas ser a master em tudo simplesmente não dá. É humanamente impossível. Temos que brigar contra essa mulher modelo que nos é imposta. Temos que lutar pela mulher POSSIVEL, aquela que sim, faz tudo isso. Mas, que é master  em uma, duas ou nenhuma dessas coisas.

Por sugestão da editora do Bolsa de Mulher no Twitter @bolsademulher, cheguei ao vídeo abaixo. Nele a escritora e ativista Isabel Allende fala sobre mulheres, criatividade, a definição de feminismo e, claro, sobre paixão, paixão, paixão e paixão.

O Vídeo tem 18 minutos, mas vale cada um deles. Espere um pouco para carregar e Clique em “View subtitles”  e escolha Portuguese (Brasil)

Foi graças as feministas sem vaidade e piromaniacas, que hoje eu posso escrever esse blog.
Posso OPTAR em cuidar dos meus filhos, posso usar esmalte azul, posso dirigir o meu carro, posso abrir a minha empresa e posso usar minissaia.

A partir de agora vou ficar orgulhosa se for chamada de feminista

APP

bjomefeed

3 respostas em “Feminista ou Feminina?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.