Dicas para tirar a fralda de seu filho.

Fiz um post com imagens divertidas de crianças usando o banheiro e prometi um sério sobre o assunto. Eis:

Seu filhote já está correndo de um lado para o outro.
Já come alimentos sólidos.
E as fraldas começam a ficar, assim como posso dizer…. fedidas demais difíceis.

Mas será que ele já está pronto para tirar a fralda?

Bom, posso dar algumas dicas que segui quando precisei adaptar a Maria Luiza a essa nova fase, por conta da creche. Mas,  quem vai saber se a criança já está pronta ou não, é você mesmo. Recomendo muita paciência e perseverança, não é algo fácil, mas também não é nada impossível. Aí vão as dicas:

Toda mudança na rotina de uma criança deve respeitar sua individualidade e seu ritmo.
Ou seja, se seu sobrinho ou filho de uma amiga, sei lá… Com 2 anos já não usava fralda e seu filho com quase 3 ainda precisa delas, não quer dizer que ele tenha problemas. Cada um tem um ritmo.

É preciso saber se a criança já é capaz de contrair seus esfíncteres, para impedir a eliminação e como descontrair, para permitir que ela se efetue.
“Legal, e como eu sei isso?” A criança vai te dizer. Dizer mesmo: “Mamã feizi sissi” apontando para a fralda. E eu acho que essa é uma das dicas mais importantes, quando a criança já identifica o que fez na fralda é um sinal de que está começando a se familiarizar com as sensações características das necessidades de eliminar líquidos e sólidos. Quando elas acordam com as fraldas secas e quando passam uma boa parte do dia secas é um sinal também.

Comece pela conversa.
Fale que um dia, ele vai usar o vaso sanitário como você. Mostre a descarga, o papel higiênico. Mostre como faz. Isso mesmo: Mostre. Faça xixi de porta aberta, detalhe o processo. “ Ó primeiro abaixa a calça, aí senta aqui…” Por mais maluco que isso pareça, você acaba despertando a curiosidade da criança, mostrando o novo e complexo processo de usar o banheiro. Lembre-se, ninguém nasce sabendo.

Escolha um cantinho especifico na casa.
Agora começa a sua parte prática, você tem que mostrar para seu filhote(a) que na hora em que ela sentir “aquelas” sensações ela deverá se dirigir a um determinado lugar para fazer “xixi” e “cocô”. Então é legal durante os primeiros dias, se possível, vocês ficarem em casa. Na minha casa, todo o processo se deu no lavabo, então quando ela começava a apontar para o lavabo, eu já sabia que aí vinha…

Todo mundo tem que falar a mesma língua.
Como comentei acima, o processo de tirar a fralda da Malu se deu por causa da escola. E aproveitar o momento em que os colegas estavam passando pelo mesmo processo, foi de grande ajuda. Sabe como é criança, o que vê o amiguinho fazendo quer fazer também.
E foi bem nesse ponto que eu tive o único enrosco dessa transição da Maria Luiza. A Malu fica geralmente, em três lugares: em casa pela manhã, comigo, a tarde na escolinha (para eu poder trabalhar um pouco) e a noite, comigo de novo. Mas, bem nessa época eu estava fazendo um curso, então das 17:00, hora que sai da escola até as 19:00, hora que o pai dela saia do trabalho, ela ficava com a avó paterna.
E o que acontecia era que em casa e na escola ela ficava sem fralda, e quando ia para a avó lá estava a fralda de novo. Minha sogra simplesmente achava que ela era muito nova e cedia as vontades da menina, colocando a fralda. E então adivinha o que acontecia? A Malu segurava o dia inteiro, até a hora de chegar na avó e fazer tudo na fralda.
Tentei argumentar, mas no meu caso não teve jeito. E eu tomei uma atitude drástica. Simplesmente deixei de mandar a Malu para avó durante mais ou menos 1 mês. Período suficiente para que ela aprendesse. Se você faz uma coisa, a avó ou babá ou sei lá quem, faz outra e a escola uma terceira, você vai dar um nó na cabeça do seu filho. Desde o nó.

Converse e ofereça sempre o banheiro.
Peça a ele que avise quando estiver com vontade de fazer xixi. Se ele demorar muito, tome você a iniciativa – às vezes as crianças ficam tão entretidas brincando que não percebem a vontade chegar. Tem cinco meses que a Malu não usa fralda e de vez em quando ela ainda deixa escapar: “Vissi mãe, não deu tempo não”

Em hipótese alguma brigue com ele.
Paciência minha amiga, paciência… Não puna ou castigue a criança por não ter avisado antes, ou por fazer você sentá-la no vaso sanitário sem que nada faça, muitas vezes assim que sair do troninho, ela vai urinar ou fazer coco na roupa. É normal, o controle esfincteriano está começando. Limpe a criança e faça tudo de modo natural, converse, explique, mostre os benefícios de estarem sem as fraldas e  encoraje sempre, afirmando que elas são capazes desse controle. A professora da Malu chegou a comentar comigo que ela apresentava sentimentos de derrota quando não conseguia avisar a tempo. Ficava mal humorada e chateada. Então elogios, sem exagero, lógico, foram muito importantes para incentivar os acertos e ajudar a lidar com os erros.
Brigar com a criança vai fazer com que ela entenda o processo de tirar a fralda como um castigo, esse tipo de atitude só atrapalha o aprendizado da criança.

A fralda noturna vem depois
Comece deixando a criança sem fralda somente durante o dia. Quando ela começar a acordar sequinha, é hora de tirar a fralda noturna. Não dê muito líquido à noite e faça-o fazer xixi antes de dormir. Vale levá-lo ao banheiro de madrugada, se for preciso. Eu sei, você mal se recuperou das noites mal dormidas e aqui estão elas de novo…Bem vida a vida de uma mãe.

Meninos e meninas aprendem primeiramente sentados.
Foi o que vi nessa matéria. Os meninos devem ser estimulados a fazer xixi em pé como o papai depois do controle já adquirido. E quando alcançarem o vaso, né?
Algumas crianças regredirem nesse processo, pois podem querer chamar a atenção. Um motivo bastante comum para a regressão é a chegada de um novo irmãozinho.
Faça desse momento um período de trocas com seu filho. Dê muito amor e carinho. O único trabalho dos pais é criar condições para que o processo de aprendizado seja o mais descontraído possível.

Algumas matérias bacanas sobre o assunto: Revista Claudia e Bolsa de Bebê. Diante de alguma dificuldade ou dúvida não deixe de consultar um especialista (pediatra/psicólogo).

APP

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

11 Mamães Falando Sobre...

  • Ministério da Saúde

    23 de setembro de 2010 at 16:32
    Olá blogueiro, Dê ao seu filho o que há de melhor. Amamente! Quando uma mulher fica grávida, ela e todos que estão à sua volta devem se preparar pra oferecer o que há de melhor para o bebê: o leite materno. É muito importante, tanto para o bebê como para a mãe, amamentar até os dois anos de idade ou mais. O leite materno é o único alimento que o bebê precisa, até os seis meses. Só depois se deve começar a variar a alimentação. Acontece que nem todas as mães sabem de todos esses benefícios e deixam de amamentar mais cedo. Você pode ajudar nessa campanha divulgando materiais e informações por meio do seu blog. Caso se interesse, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br e participe. Obrigado pela colaboração!
  • Lu

    13 de outubro de 2010 at 8:43
    Quando a criança começa a querer deixar as fraldas
    • Patricia Assis

      13 de outubro de 2010 at 17:07
      Lu, isso foi uma pergunta?bjos
  • indianara

    19 de outubro de 2011 at 11:39
    oi meu filho vai fazer 2 aninhos em dezembro e eu queria tirar a fralda dele mais eu não consigo é meu primeiro filho as vezes eu nem sei como fazer isso vx pode me ajudar . muito obrigada.
  • monica texeira da silva

    31 de outubro de 2011 at 11:08
    meu fiho tem medo do pinico e evita falar sobre o asunto ,ele ja fais xixi mas nao quer fazer coco. Ele tem dois anos e muito esperto ja nao sei mais o que fazer a minha paiencia acabou .
  • leane

    28 de fevereiro de 2012 at 21:31
    nossa adorei as dicas pois to comesando a tiar as fraldas do meu filho o luiz eduardo de dois aninhos e dois meses nossa mais no ta sendo facio deixo ele sem fraldas mando ele fazer no peniquinho ele fala não não ai quando vego ta fazendo na ropa nosssa,, ai acabo perdendo a paciencia e coloco a fralda denovo valeu as dic a o q preciso mesmo é de pacienci e peseverança...
  • patricia

    23 de abril de 2012 at 10:08
    Meu filho na creche so faz xixi e coco no banheiro de vez enquando escapa na roupa mais em casa e' s'o na roupa ja conversei,briguei deixei de castigo mais nada resolvel,o que devo fazer?
  • Karina Mello

    11 de maio de 2012 at 12:31
    Tenho uma menina de 1 ano e 10 meses porem já um tempo que ela avisa quando faz xixi ou coco, eu e meu marido compramos o pinico mas quando falamos pra ela pra fazer xixi e coco lá ela simplesmente trava não faz nada e ainda fica uma boa parte do dia segurando, já não sei mais o que fazer tento anima-la mas ta difícil. O que devo fazer?
  • Helen

    25 de março de 2013 at 9:44
    Meu filho completou tres anos, antes de completar 02 aninhos tirei a fralda dele no inicio houve um pouco de dificuldade mas foi embora, Xixi ele pede, faz ate sozinho mas não há meios de pedir para fazer coco, levo ele ao banheiro, lembro os horarios, chego a ficar minutos com ele no banheiro mas sempre em vão ele só faz na calça, poucas vezes durante este ano todo de tentativa ele fez coco no banheiro. Não sei mas o que fazer, ja conversei, ja agradei, ja tentei dar recompensa e ate ja briguei, não sei mais o que fazer.
    • aline daiane pereira farias

      20 de junho de 2013 at 13:43
      meu filho tem 5 anos e ainda faz o coco na fralda tem muito nojo e se senti o chero e se ve o coco vomita ja levei ele na psicologa nao adianto nada xixi ele faz normal mas o coco nao vai no vazo por nada acha que vai ve o coco é uma vida nao sei mas o que faze ja tentei de tudo me da uma dica por favor.... o que eu faço ta dificil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2009 De Repente: Mãe. Todos os direitos reservados. Não aceite Imitações.
PortfólioComunicação.com
SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.